14/07/2017

[Resenha Internacional #9 ] A Vidente | Hannah Howell

| |
Edição: 1


Gênero: Literatura Estrangeira - Romance


Editora: Lua de Papel


Páginas: 224


Autora: Hannah Howell


Sinopse: "Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana.
 Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é ver além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar a luz e toda a trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada para morrer ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino...
 Com o passar dos anos, Chloe descobriu que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência, e percebeu, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família num jogo de traições, mentiras e assassinatos.
 Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar quando a cada momento tudo fica mais perigoso."
Resenha: A Vidente é uma história de romance sobrenatural, uma série com 4 livros, que conta a história de Chloe Wherlocke, uma jovem moça que tem o dom da visão e após salvar a vida de um bebê que foi abandonado para a morte tem todo seu destino mudado. Após ter tido um filho que nasceu saudável, uma mulher para se vingar de seu marido e poder ficar a sua fortuna, manda que troquem seu bebê pelo filho de uma pobre mulher que teve e que morreu na hora do parto e que cuja a própria vida está quase no fim, após seus capangas deixarem a criança para morrer junto com a mulher, mas Chloe salva a criança e cria o pobre bebê como se fosse o próprio filho.
 Achei a leitura do livro muito fácil e com uma escrita muito simples, ótimo para pessoas que estão começando a gostar da leitura. A história é muito envolvente e os personagens são bem descritos e tem personalidades muito particulares, todos da família Wherlocke tem um dom diferente e a autora deve muito trabalho em não deixar esses detalhes escaparem. Algumas vezes fiquei perdida durante a história, pois devemos prestar muita atenção nos detalhes e não deixar nada escapar.
 Faz um tempo que li esse livro, mas li apenas o livro 1, comprei pois achei a arte da capa muito charmosa e não encontrei os outros livros, todas as capas originais são lindas. A autora teve uma uma ótima história e soube criar personagens muito forte. O romance entre Chloe e Julian Kenwood, se desenvolve rápido e não fica naquela enrolação tipica dos autores de romance, ela é uma personagem forte, que não medo de expressar as suas opiniões e está disposta a tudo para proteger aquele que ela ama e não se intimida pelos padrões da sociedade. Julian no começo se sente um pouco desconfortável com esse sentimento, mas devemos entender, ele estava no fundo do poço e para piorar descobre que a atual esposa é uma bruxa que deixou o próprio filho para morrer abandonado do lado de uma moribunda, eu ficaria pasma, é meio compreensível que ele sente medo desse novo sentimento, Chloe é uma personagem boa demais e não teria como ela não se entregar a esse sentimento.
 O final do livro todos nos já sabemos, pois é meio obvio, um final feliz, com certeza. Um bom livro para sair da Bad e para dar uma boas risadas, indico para todos que gostam do gênero e não se deixem enganar pela sinopse, pois ela não faz jus a história que é ótima.