22/07/2017

[ Resenha Internacional #11] Tudo e Todas as Coisas

| |
Resenha
Título: Tudo e todas as coisas
Autora: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Edição:
Número de páginas:
Sinopse:
Tudo e todas as coisas é um romance vivo por Madeline e Oliver — Maddy e Olly. Maddy tem uma doença que lhe impede de ver o mundo lá fora, a mesma é uma garota de 18 anos que nunca saiu de sua casa — cheia de super proteção —, ela vive somente com sua mãe e a sua enfermeira que se chama Carla, que se torna a única amiga de Maddy, a garota só sabe como o mundo é, através de livros e a internet, sua vida muda completamente quando Olly chega de mudança para a casa ao lado, o garoto todo vestido de preto, e muito bonito acaba tornando-se, todas as coisas para ela, mostrando-lhe um mundo de possibilidades lá fora.
Confesso que me apaixonei pelo livro quando vi um poste anunciando o lançamento da adaptação para o cinema, a capa me encantou e logo pensei: preciso ler esse livro e me apaixonei, ele não me decepcionou.
A estória de Maddy me fascinou porque nunca havia ouvido falar sobre a doença que ela tem fiquei curiosa para saber no que iria dá no final de tudo isso. O Olly é um garoto que não desiste de conhecer a vizinha misteriosa que nunca sai nas ruas, ele vai a luta, eles se comunicam através da parede de vidro da casa dele — ele escreve com pincel e Maddy o responde com mímicas — e logo depois por emails. O incrível da trama é o fato de Maddy ser afrodescendente, quase todos os livros que leio as personagens são: loiras, ruivas, morenas, raramente são negras e a autora trás essa diferença para nos, mostrando algo inovador o que ela chama a atenção também no livro é que devemos ultrapassar nossos limites.
"A vida é um dom [...]"
Nos trás esperança  através do casal Maddy e Olly. A garota  quer conhecer tudo, seus limites independente da sua doença se ela vai morrer logo ou não, a vida é curta de mais para desperdicarmos com bobagens, devemos vive-la intensamente.
As descobertas que Madeline tem são coisas que mudam quem ela sempre pensou que fosse, Oliver é todas as coisas dela, ele sempre ensina algo novo e acima de tudo, que o amor é capaz de vencer tudo. Eles tem um romance proibido e ao mesmo tempo inocente, puro, divertido. Oliver não se importa com a doença de Meddy ele a ama exatamente como ela é, ele se sacrifica apenas para realizar os seus sonhos.
Recomendo — na verdade eu super recomendo o livro —, pois o mesmo é cheio de surpresas, amor, esperança, diferente de tudo que já havia lido, me surpreendeu superou as minhas expectativas e acredito seriamente que você aprenderá muito com essa incrível estória de amor que é fora dos clichês. Um romance inovador, puro e com uma linguagem simples e é recomendado para todas as idades pois o mesmo não tem nada de cunho adulto.